O NOVO CORONAVÍRUS

Covid 19 um surto que virou epidemia e que por fim virou pandemia. Todos já ouvimos falar dele, mas infelizmente ainda existe muito desconhecimento, sobre o que fazer. Decidi deixar aqui alguns esclarecimentos, para ajudar as pessoas a entender como se podem prevenir, e ao mesmo tempo como podem ajudar a evitar uma maior disseminação da doença. Você pode não ser grupo de risco, para si pode ser simplesmente um resfriado, mas já pensou que para o seu pai, avô, parente com diabetes, poderá ser mortal? Manos egoísmo. Vamos dar as mãos e fazer deste mundo algo melhor para todos.

image.pngO vírus já se espalhou, não tenha dúvidas. E cada vez mais se vai espalhar, num curva exponencial. Achatar a curva, reduzir a velocidade de propagação do vírus é primordial

Alguns fatos

A Covid19 para 80% das pessoas infectadas, será somente uma gripe. PORÉM 20% dos infectados precisa de assistência hospitalar.

  • O vírus dura menos no calor, PORÉM ele propaga-se sim (veja os casos do Brasil, da África do Sul, etc.)
  • Quanto mais idoso, maior o risco de agravar a doença
  • Pessoas com doenças crônicas estão no grupo de risco. Diabetes, asma, hipertensão, doença cardíaca, Aids, câncer, são condições que tornam o paciente como grupo de alto risco
  • As crianças PODEM transmitir o vírus sim, embora tenham um quadro somente gripal. Continuar a conviver com pessoas de risco aumenta o risco de contágio.

O que fazer então?

  • O ISOLAMENTO social é a melhor alternativa;
  • Não entre em pânico, mas não negue o problema. Ambos estão errados;
  • Faça, não espere o governo fazer;
  • Viajou recentemente? Faça auto quarentena;
  • Distancie-se do próximo, isole-se socialmente. Tente ficar em casa o mais possível;
  • Se tem sintomas de gripe, fique em casa, isole-se. Não corra para o hospital, porque pode não ser COVID-19. Se o quadro piorar então sim, vá ao hospital. Correr para o hospital tem vários problemas: você aumenta a chance de ser infectado, você entope os serviços de saúde, você tira lugar a quem realmente precisa. Porém, falta de ar combinada com febre e tosse são sinais associados ao COVID -19;
  • Não faça o teste se não tiver sintomas. Lembre-se que os testes são limitados, e são necessários para quem realmente precisa de ser testada;
  • Não use máscara se não tiver sintomas. Veja a imagem abaixo;
  • Lavar frequentemente as mãos por um mínimo de 20 segundos, com sabão, álcool a mais de 70% ou álcool em gel;
  • Evitar secar as mãos com secador de ar, use papel descartável;
  • Manter pelo menos um metro de distância de qualquer pessoa que esteja tossindo ou espirrando;
  • Evitar contato físico ao cumprimentar;
  • Evitar tocar nos nossos olhos, nariz e boca;
  • Cobrir a boca e o nariz com o cotovelo dobrado ou tecido descartável ao tossir ou espirrar;
  • Evite viajar até as coisas acalmarem.

Sim, porque acima de tudo sou cidadã, preocupada comigo, com os meus familiares, amigos e VOCÊ. Mas, isso não significa deixar de viajar para sempre, e principalmente, deixar de planejar a sua viagem. Vamos aproveitar este tempo para sonhar a sua viagem juntas? E quando for novamente seguro e aconselhável viajar, tudo estará certinho e pronto para a sua viagem dos sonhos. Planejada com carinho, cuidado, respeito. Lembre-se que depois da pandemia, muitos países vão precisar da nossa ajuda para se recuperar, e nós como viajantes e pessoas que trabalham com viagens, vamos desempenhar um papel super importante nessa recuperação. O turismo é uma grande fonte de receita para esses países, ajuda os negócios locais, a encomia local. Procure um médico caso esteja com sintomas. Clínico, ortopedista, endocrinologista, o que for mais rápido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: