Sinusite Aguda e Crônica

A Sinusite (sinus = seio, ite = inflamação) é uma inflamação dos seios da face causados por uma alergia ou por uma infecção viral, bacteriana ou fúngica. Esta inflamação pode ocorrer em qualquer um dos quatro grupos de seios da face: maxilares, etmoidais, frontais ou esfenoides.

Os seios da face dão ressonância à voz, aquecem o ar inspirado e diminuem o peso do crânio, o que facilita sua sustentação. São revestidos por uma mucosa semelhante à do nariz, rica em glândulas produtoras de muco e coberta por cílios dotados de movimentos vibráteis que conduzem o material estranho retido no muco para a parte posterior do nariz com a finalidade de eliminá-lo.

Com a Sinusite Crônica, os tecidos dentro de seus seios inflamados e bloqueados por um longo período de tempo devido ao inchaço e ao acúmulo de muco.

A Sinusite Aguda só acontece por um curto período de tempo (geralmente por semana), mas a sinusite crônica pode durar meses. A sinusite é considerada crônica após pelo menos 12 semanas de sintomas. A sinusite aguda é geralmente causada por um resfriado, mas a sinusite crônica pode ter muitas outras causas.

Costuma ocorrer dor de cabeça na área do seio da face mais comprometido (seio frontal, maxilar, etmoidal e esfenoidal). A dor pode ser forte, em pontada, pulsátil ou sensação de pressão ou peso na cabeça. Na grande maioria dos casos, surge obstrução nasal com presença de secreção amarela ou esverdeada, sanguinolenta, que dificulta a respiração. Febre, cansaço, coriza, tosse, dores musculares e perda de apetite costumam estar presentes.

A sinusite crônica pode dificultar a respiração devido ao bloqueio e inflamação a longo prazo.

Alguns tratamentos domésticos podem ajudar a aliviar seus sintomas. Mas você pode precisar de medicação e tratamento a longo prazo para evitar que os sintomas voltem.

Você também precisa ter pelo menos dois dos seguintes sintomas para que a sinusite seja diagnosticada como crônica:

  • problemas com cheiros ou provas de comida e bebidas;
  • muco de cor amarela ou verde goteando do nariz;
  • muco seco ou endurecido bloqueando suas passagens nasais;
  • muco escorrendo pela parte traseira da garganta ( gotejamento pós-nasal );
  • ternura ou desconforto em seu rosto, especialmente na área de seus olhos, testa e bochechas.

Outros sintomas de sinusite crônica incluem:

  • dor de cabeça devido à pressão e inchaço no rosto (seios da face);
  • dor nos ouvidos;
  • dor de garganta;
  • mandíbula e dor de dente;
  • náuseas;
  • tosse com piora a noite;
  • mau hálito;
  • exaustão.

Causas comuns de sinusite crônica:

  • Alergias, especialmente febre do feno ou alergias ambientais (como pólen ou produtos químicos). Isso pode fazer com que suas passagens nasais se inflamem;
  • Crescimentos de tecido conhecidos como pólipos no seu nariz. Os pólipos nasais podem dificultar respirar pelo nariz e bloquear os seios;
  • Uma parede irregular de tecido entre suas narinas. Isso é conhecido como um septo desviado e pode limitar o fluxo de ar em uma ou ambas as narinas;
  • Infecções no nariz, traqueira ou pulmão por vírus ou bactérias (incluindo resfriados). Estas são chamadas de infecções do trato respiratório. Eles podem fazer com que seu nariz fique inflamado e torna difícil o muco escorrer do nariz.

 

Na ocorrência de gripes, resfriados e processos alérgicos que facilitem o aparecimento da sinusite, beba bastante líquido (pelo menos 2 litros de água por dia) e goteje de duas a três gotas de solução salina nas narinas muitas vezes por dia. A solução salina pode ser preparada em casa.

  • Para cada litro d’água fervida, acrescente uma colher de chá (9 gramas) de açúcar e outra de sal. Espere esfriar antes de pingá-la no nariz;
  • Inalações com solução salina, soro fisiológico ou vapor de água quente ajudam a eliminar as secreções;
  • Evite o ar condicionado. Além de ressecar as mucosas e dificultar a drenagem de secreção, pode disseminar agentes infecciosos (especialmente fungos) que contaminam os seios da face;
  • Procure um médico se os sintomas persistirem. O tratamento inadequado da sinusite pode fazer com que a doença se torne crônica.

Qual o tratamento da sinusite?

O tratamento é realizado com antibióticos, anti-inflamatórios, descongestionantes nasais ou orais em alguns casos e medidas gerais importantes como a hidratação oral abundante, a vaporização e a limpeza nasal.

A sinusite tratada corretamente evolui para a cura na maioria dos casos, porém existem casos de complicação e cronificação, necessitando de um acompanhamento médico rigoroso e às vezes com uma intervenção cirúrgica.

Somente o médico poderá esclarecer se os sintomas do paciente correspondem ou não a um quadro de sinusite, sugerindo o melhor tratamento para cada caso.

Clínica de Otorrino em taguatinga.

 

FONTE: Com alterações: https://www.healthline.com

Sinusite Aguda e Crônica
Rate this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: